"Tenho hoje a certeza absoluta que o PS terá uma determinação ainda maior do que nunca de vencer com uma maioria absoluta. E também tenho a certeza absoluta que os portugueses que anseiam não só a mudança de Governo, como também uma mudança de políticas, votarão massivamente no PS para que tenha uma maioria que impeça o Presidente da República de não deixar formar o executivo que será escolhido pelos portugueses", disse.




"O professor Cavaco Silva está no fim da sua carreira política já bastante longa, está a poucos meses do fim do seu mandato e, como ele disse em tempos a propósito de outro Presidente da República, devemos aliviá-lo dos problemas e deixá-lo terminar com a maior dignidade as suas funções. A melhor forma dos portugueses ajudarem o professor Cavaco [Silva] a concluir o seu mandato, sem problemas acrescidos, é darem mesmo uma maioria ao PS", respondeu o secretário-geral socialista.



Ficou claro que o Presidente da República tem um campo: É o aliado deste Governo

"Ao introduzir um novo critério não constitucional para a formação do novo Governo, o que o Presidente da República fez foi dizer aos portugueses que quem mudar de política e de Governo deve votar no PS. Desta forma, para não ficarmos a aguardar pela mudança do Presidente da República, a solução para garantir uma mudança de Governo é votar no PS", insistiu o líder socialista.