António Costa disse esta noite que "o PS teve a maior vitória eleitoral de toda a sua história" e que o resultado das eleições autárquicas "reforça o PS" e a solução de Governo encontrada há dois anos.

"Este resultado eleitoral reforça o PS, mas reforça sobretudo e dá força à mudança, no quadro da maioria parlamentar que se iniciou há dois anos, e que permitiu uma mudança de política e de resultados."

Questionado sobre as Câmaras que a CDU perdeu para o PS, e se isso afetará a relação com o partido que o apoia parlamentarmente, Costa respondeu que "este resultado foi seguramente muito mau para a direita portuguesa" e que "a vitória do PS não é a derrota de nenhum dos seus parceiros parlamentares".

"Há, claramente, um derrotado nestas eleições, que é o PSD. Procurar outros derrotados é procurar disfarçar a leitura essencial que há a retirar destas eleições."

O secretário-geral socialista sublinhou que, em relação a 2013, o PS obteve "mais votos, mais mandatos e mais presidências de Câmara e Junta".

Costa referiu também que a redução da taxa de abstenção "demonstra bem a vitalidade da nossa democracia".

O também primeiro-ministro prometeu aos autarcas eleitos que este será "o mandato da descentralização".