O presidente da Comissão Distrital de Lisboa do PSD, Carlos Carreira, queixou-se ao organismo regulador dos media pela espaço televisivo de comentário político que o presidente e candidato à Câmara de Lisboa dispõe na SIC Notícias.

A queixa, assinada por Carlos Carreiras, foi enviada também ao director do canal de notícias da SIC e refere-se à participação semanal de António Costa no programa «Quadratura do Círculo».

«Parece-nos verdadeiramente abusivo que possa existir, e se mantenha, uma situação em que um candidato a presidente de uma Câmara Municipal disponha, em exclusivo, de um espaço de análise e de comentário político-partidário no ar durante a pré-campanha eleitoral e, naturalmente a campanha eleitoral, sem que os demais candidatos disponham do mesmo privilégio», refere na participação ao director.

«É fundamental que todos os candidatos tenham um tratamento e acompanhamento igual, doutra forma poderemos estar perante a tentativa, aliás ilegítima, de condicionamento da vontade popular», acrescenta.

Segundo Carlos Carreiras, a falta de contraditório a António Costa, já que não há «confronto com os demais candidatos à Câmara Municipal de Lisboa» constitui «tempo de antena em proveito da sua candidatura».

Contactado pela Lusa, fonte oficial do gabinete do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António costa, atribuiu a queixa a «folclore pré-eleitoral».

A Lusa tentou ainda contactar a Direcção da SIC mas não foi possível obter uma reacção em tempo útil.