"O Governo tem que realinhar as suas prioridades, de deixar de ser um promotor de obstáculos e passar a ser um construtor de soluções, é isso que é do interesse da Europa e de Portugal", disse Costa, que participou numa reunião do Partido Socialista Europeu (PES), em Bruxelas.


"Numa negociação há os interesses de uns e dos outros e a boa negociação depende do ponto de encontro dos diferentes interesses. O fundamental é fazer o contrário do que o Governo português tem feito, ao Governo português não se ouviu uma proposta positiva, um gesto positivo para procurar aproximar as partes, para encontrar uma solução em comum", considerou.