Em Lisboa, o primeiro-ministro de Andorra, Antonio Martí, revelou esta sexta-feira que o principado vai apresentar uma petição à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), para se tornar país observador.

Em declarações à imprensa depois de um encontro com o homólogo português, António Costa, Martí referiu que o Conselho de Ministros andorrano aprovou, na quarta-feira, a intenção de Andorra pedir o estatuto de observador associado na organização lusófona.

Realçando a importância da presença portuguesa em Andorra, António Martí disse ter comunicado a António Costa que o pedido será entregue em breve na CPLP e sublinhou a necessidade de o Principado manter a promoção e o reforço das relações multilaterais, particularmente as relações francófonas e ibéricas.

O chefe do Governo de Andorra ainda frisou o "apoio de Portugal" à candidatura do pPrincipado à organização da Cimeira Iberamericana de 2020 e às negociações com a União Europeia.

Antonio Martí mostrou confiança nas negociações com a União Europeia para um acordo de associação, sublinhando que a nação dos Pirinéus, "é um pequeno país com ambição".

Andorra é um pequeno país, muito singular, não só pela sua situação geográfica como pela história milenar. E também temos ambição europeia", sustentou.

De entre os temas discutidos com o primeiro-ministro de Portugal, Antonio Martí realçou a "importância da economia portuguesa estar presente em Andorra" e vincou a importância do acordo com Portugal para evitar a dupla tributação, que entrou em vigor recentemente.

Esta visita a Portugal é obrigatória para um primeiro-ministro de Andorra. O principado tem o prazer de acolher uma comunidade portuguesa numerosa. No principado, acolhemos a segunda maior percentagem de portugueses", disse, salientando que o país está empenhado na "cooperação absoluta".

Acesso digital de Andorra

Por seu turno, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou um acordo com Andorra que prevê o acesso por via digital aos serviços públicos nacionais e defendeu que Portugal e este Principado têm boas perspetivas de cooperação no turismo.

Queremos reforçar a nossa proximidade e, por isso, assinámos um acordo que permitirá um melhor acesso, por via digital, aos serviços fundamentais da nossa rede de serviços públicos. Portugal tem uma enorme vontade de estreitar as suas relações bilaterais com Andorra", frisou o líder do executivo nacional.

Portugal e Andorra têm relações históricas sociais, culturais, económicas e políticas que reportam desde a segunda metade do século passado.

As relações diplomáticas entre os dois países foram estabelecidas em 1994, com Portugal representado através da embaixada em Madrid.

De acordo com o Departamento de Estatística andorrano, o Principado tinha em fevereiro de 2017 pouco mais de 70 mil habitantes, com a comunidade portuguesa a representar 13,7% da população.

Desde 1990 que o fluxo migratório de portugueses para o pequeno país dos Pirinéus tem sofrido quebras.

Números do Observatório da Emigração referem que, em 2004, mais de dois mil emigrantes portugueses fixaram-se em Andorra.

Em 2008, verificou-se a maior quebra (-54%) comparativamente ao ano anterior e apenas 301 portugueses emigraram para Andorra em 2016.