O líder do PSD, Rui Rio, viaja esta quarta-feira para Luanda, Angola, e vai-se encontrar com o presidente angolano, João Lourenço. 

Rio tem encontros previstos com outros dirigentes angolanos, devendo regressar a Lisboa na sexta-feira, numa deslocação “acordada entre as duas partes”.

O presidente dos social-democratas antecipa-se assim a António Costa, que só deverá visitar Angola em julho.

No final de junho, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmou no Parlamento que o Governo português continua a aguardar "tranquilamente" uma resposta das autoridades angolanas sobre a visita do primeiro-ministro a Angola.

A visita de Rio acontece depois de, na sexta-feira, a certidão do processo Fizz relativo antigo vice-presidente angolano Manuel Vicente ter sido enviada para a Procuradoria-geral da República (PGR) de Angola.

O envio do processo do antigo vice-presidente de Angola para as autoridades judiciárias angolanas resultou de uma decisão, em sede de recurso, do Tribunal da Relação de Lisboa.