O Presidente da República felicitou esta terça-feira o seu homólogo angolano pelo Dia Nacional de Angola, sublinhando a necessidade de Portugal e aquele país africano continuarem a fazer uso da «confiança e respeito mútuos» para desenvolverem relações mais estreitas.

Numa mensagem divulgada no site da Presidência da República, o chefe de Estado português, Aníbal Cavaco Silva, endereça «calorosas felicitações» e os «mais sinceros votos de prosperidade para o povo irmão de Angola», destacando a importância das relações «verdadeiramente especiais» que unem aquele país a Portugal.

«O nosso relacionamento, estruturado tanto ao nível dos nossos cidadãos e empresas, como ao nível político e diplomático, tem sido reciprocamente benéfico. Importa que os nossos dois países continuem a fazer uso da confiança e respeito mútuos para desenvolver relações cada vez mais estreitas e intensas», lê-se na mensagem de Cavaco Silva ao Presidente da Angola, José Eduardo dos Santos que a Lusa cita.

Dirigindo-se ao chefe de Estado angolano como «caro amigo», Cavaco Silva destaca os «sólidos laços de amizade e cooperação» que unem Portugal e Angola, manifestando «firme convicção» que o reforço das relações «estreitas e intensas» dos dois países «é o caminho que melhor corresponde ao interesse e ao sentimento» dos dois povos.

«Reitero junto de vossa excelência, senhor Presidente, o meu empenho pessoal no continuado aprofundamento do nosso relacionamento», escreve ainda Cavaco Silva.

O «Jornal de Angola», no seu editorial desta terça-feira, a propósito do 39º aniversário da independência do país, chama os portugueses de «ressabiados»