A maioria dos líderes partidários portugueses, assim como os Chefe de Estado e o líder do Governo, gozam férias na primeira quinzena de agosto, todos em território nacional, segundo disseram à Lusa os seus gabinetes.

O Presidente da República, Cavaco Silva, desloca-se com a família nos próximos dias para a sua casa do Algarve e será de a partir de lá que fará «a sua base» durante a próxima quinzena, informou à Lusa fonte oficial da Presidência da República.

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, terá férias na primeira quinzena de agosto, com a família, «como habitualmente», de acordo com o gabinete do líder do executivo.

Na sua ausência, é substituído pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

Paulo Portas gozará, assim, as suas férias mais tarde, sendo que o também presidente do CDS-PP, informou, através de fonte oficial dos democratas-cristãos, que ainda não tem planos para os seus dias de descanso.

O secretário-geral do PS, António José Seguro, vai de férias «como é habitual, para a Costa Vicentina», no Alentejo, disse à Lusa fonte da direção de comunicação do Largo do Rato.

António José Seguro inicia as férias, que durarão quinze dias, a 15 de agosto, especificou a mesma fonte.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, está férias nos últimos quinze dias de agosto, «com a família», no «sul do país», conforme informou fonte do gabinete de imprensa comunista à Lusa.

Ambos os coordenadores do Bloco de Esquerda passarão férias em Portugal neste «princípio do mês de agosto», disse à Lusa fonte da comunicação bloquista, referindo que «serão poucos dias de férias», porque o Bloco, como é hábito «fará comícios de verão em todo o país».