O Grupo Parlamentar do PS vai eleger o seu novo líder e respetiva direção da bancada na sexta-feira, na sequência da demissão de Alberto Martins do cargo de presidente, no domingo, após as eleições primárias.

Em declarações aos jornalistas, o vice-presidente da bancada socialista Mota Andrade disse que a proposta de convocação das eleições para sexta-feira foi apresentada pelo líder demissionário, Alberto Martins, tendo sido aprovada por unanimidade.

Mota Andrade adiantou que as listas de candidatos ao ato eleitoral, que envolve também a eleição dos conselhos de administração e fiscal do Grupo Parlamentar do PS, «terão de ser publicadas até quinta-feira à tarde».

Apesar de questionado insistentemente pelos jornalistas sobre quem vai suceder a Alberto Martins na liderança da bancada socialista, o vice-presidente da bancada socialista recusou-se a responder.

«Os resultados das eleições primárias do PS, no domingo, foram muito expressivos. Nada deverá ser feito no PS sem ouvir [o presidente da Câmara de Lisboa], António Costa», sustentou.

Também hoje a direção cessante da bancada socialista decidiu, por unanimidade, retirar o agendamento para quarta-feira dos diplomas sobre revisão da lei eleitoral para a Assembleia da República e reforço das incompatibilidades dos titulares de cargos políticos.

Esta decisão foi transmitida aos jornalistas pelo vice-presidente da bancada socialista Mota Andrade, tendo sido logo sido formalmente comunicada em reunião da conferência de líderes parlamentares.