O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, considerou esta segunda-feira que a atribuição da Bola de Ouro de 2013 ao internacional português Cristiano Ronaldo «é merecida e da mais inteira justiça».

«A atribuição deste importante prémio é merecida e da mais inteira justiça, após um ano em que Cristiano Ronaldo se notabilizou pelos seus desempenhos extraordinários, tendo conseguido manter uma regularidade assinalável e exibindo-se sempre ao mais alto nível, quer no seu clube, o Real Madrid, quer na seleção de Portugal», diz Jardim num comunicado distribuído pela presidência do Governo Regional.

O líder insular declara que «a Região Autónoma da Madeira felicita o futebolista madeirense Cristiano Ronaldo pela conquista da sua segunda Bola de Ouro e congratula-se com a distinção atribuída hoje pela FIFA, considerando-o como o Melhor Jogador do Mundo».

O governante sublinha estar convicto que «pela sua determinação, espírito lutador, capacidade de trabalho e pela humildade que lhe é característica, (...) este importante troféu constituirá um forte estímulo para que o Cristiano Ronaldo permaneça no patamar de excelência já alcançado».

O futebolista português Cristiano Ronaldo venceu esta segunda-feira a Bola de Ouro da FIFA, para melhor jogador do Mundo em 2013, conquistando o galardão pela segunda vez.

Na votação, cujo resultado final foi apresentado pelo antigo futebolista Pelé, na Gala da FIFA, em Zurique, na Suíça, o português do Real Madrid bateu o argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, e o francês Franck Ribery, do Bayern de Munique.

Apesar de não ter vencido qualquer título coletivo, Cristiano Ronaldo bateu o recorde pessoal de golos num ano civil, ao apontar 69 tentos em 59 jogos oficiais.