O Ministro da Agricultura declarou-se “surpreendido com a falta de compostura da Dra Assunção Cristas, que a levou a recorrer ao insulto para criticar o seu sucessor, quebrando dessa forma a regra de cortesia institucional pela qual se tem pautado o relacionamento entre titulares e ex-titulares da pasta”.

Em comunicado, Capoulas Santos reage a declarações da anterior titular do cargo e atual líder do CDS. Na Feira da Agricultura, em Santarém, Assunção Cristas acusou o ministro de "ignorância e falta de competência" por ter anunciado a criação de uma comissão interministerial que já estava criada desde 2012.

É lamentável que o ministro [da Agricultura] queira atirar areia para os olhos das pessoas, não resolvendo os problemas em tempo, arrastando-os e fingindo que está agora a criar uma comissão”, afirmou então Assunção Cristas.

Em resposta, Capoulas Santos lembra que "já exerceu funções de Ministro da Agricultura no passado e que nunca precisou de ofender os seus antecessores, incluindo a própria, para os criticar”.

O chá de tília é sempre preferível ao de urtigas, considerando que estamos perante um evidente caso de falta de chá!”, sublinha o comunicado do ministro, aconselhando Assunção Cristas a aprender a “lidar com a atual situação política de forma mais contida e educada”.