A ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, disse esta sexta-feira que não há motivos para supor que a segurança do país esteja em risco face a eventuais atos terroristas.

Anabela Rodrigues falava aos jornalistas quando questionada sobre um reforço da segurança em Portugal após o atentado de quarta-feira, em Paris, que provocou 12 mortos (10 vítimas mortais entre jornalistas e cartoonistas e dois polícias) e 11 feridos, quatro dos quais em estado grave.

«Neste momento não há nenhuma preocupação maior que implique que a nossa segurança está em risco», disse Anabela Rodrigues à margem da cerimónia de tomada de posse do diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), juiz desembargador António Carlos de Beça Pereira.

A ministra adiantou que a situação em França está a ser acompanhada pelas forças e serviços de segurança portugueses e destacou o seu «empenhamento total».

Anabela Rodrigues sublinhou também que está a ser feito «um afinamento de aspetos legislativos» em matéria de terrorismo, uma vez que este fenómeno está «em permanente mutação».