O secretário-geral do PS, António José Seguro, apelou hoje ao Governo para alargar às famílias dos segundo e terceiro escalões o abono de família extraordinário atribuído, este mês, a agregados familiares pertencentes ao primeiro escalão.

«Este é um apelo que deixo ao Governo, para que possa fazer este alargamento neste mês de setembro», disse.

Segundo Seguro, este alargamento representa «11 milhões de euros», os quais iriam «ajudar cerca de 390 mil famílias».

«Era importante que isso se fizesse», disse o líder socialista, em declarações aos jornalistas em Estremoz, onde visitou uma família «que passa imensas dificuldades», constituída por um casal desempregado e com dois filhos em idade escolar.

O secretário-geral do PS lembrou que, em Portugal, «as pessoas que estão no primeiro escalão têm uma ajuda suplementar» do Estado em setembro, o que «é bom».

«Por pouco que seja, ajuda muito a minorar as dificuldades das pessoas», reconheceu.

Mas, como setembro «é um mês excecional», em que «há tanta, tanta aflição por parte das famílias», essa ajuda suplementar devia contemplar mais agregados.

Esse abono de família extraordinário «devia ser alargado também ao segundo e ao terceiro» escalões, defendeu.

«Estamos a falar de famílias que têm, no conjunto do seu rendimento, montantes inferiores a 500 euros ou a 700 ou 800 euros», às quais «25 euros ou 30 euros a mais neste mês» significaria uma ajuda, por exemplo, «na compra dos manuais escolares» ou para «fazer face a algumas» das «imensas» dificuldades.

Em relação à família com a qual conversou hoje, em Estremoz, Seguro disse ter ficado a conhecer «em concreto» a «angústia de pais que não têm os recursos suficientes para ajudar os seus filhos e que querem trabalhar».

«Este é o drama porque passa não apenas esta família, infelizmente, no nosso país. Passam milhares e milhares de famílias», lamentou.

Uma situação que só acontece porque «não há emprego no país», criticou Seguro, defendendo que a política «só tem sentido se existir para ajudar a resolver estes problemas».

Além de Estremoz, o líder do PS participou hoje num almoço, em Alandroal, de apoio à candidatura autárquica socialista naquele concelho alentejano.

O périplo de Seguro por terras alentejanas incluiu ainda uma reunião com crianças, pais e autarcas em Vimieiro, no concelho de Arraiolos, terminando, ao final da tarde, com um contacto com a população em Vendas Novas.