O total de eleitores portugueses residentes em Cabo Verde habilitados a votar nas europeias de 25 de maio em Portugal é de 533, mais 156 do que os inscritos na votação de há cinco anos.

João Mendes, cônsul de Portugal em Cabo Verde, indicou esta segunda-feira à agência Lusa que estarão disponibilizadas assembleias de voto nas instalações da embaixada portuguesa na Cidade da Praia (ilha de Santiago) e no consulado no Mindelo (São Vicente).

Comparando com os inscritos para as Europeias realizadas em 2009, o total de eleitores registados este ano na Cidade da Praia subiu de 184 para 312, enquanto no Mindelo passou de 193 para 221.

Nas eleições de 2009, registou-se uma abstenção de 79,85%, tendo votado apenas 76 dos 377 eleitores inscritos.

Na ocasião, e no conjunto das duas mesas, o PS venceu com 35 dos 76 votos expressos, à frente do PSD (30), BE e CDS/PP (ambos com três), CDU (dois) e MEP (um), tendo-se registado ainda um voto branco e outro nulo.

Na Cidade da Praia, votaram 20 dos 184 eleitores inscritos, com o PSD a somar oito votos, seguido pelo PS (seis), BE (dois) e CDU e CDS/PP (ambos com um). Foi na capital cabo-verdiana que se registaram os votos nulo e o branco.

No Mindelo, votaram 56 dos 193 eleitores inscritos, com o PS a recolher 29 votos, seguido pelo PSD (22), CDS/PP (dois) e BE, CDU e MEP (todos com um).