O eurodeputado Paulo Rangel (PSD) é um dos 12 candidatos às dez vice-presidências do Partido Popular Europeu (PPE), que realiza um congresso eletivo na quarta e na quinta-feira, em Madrid.

O presidente do PPE – a maior família política europeia e a que pertencem o PSD e o CDS -, o francês Joseph Daul, é candidato à sua sucessão.

Além de Rangel, a lista de candidatos a vice-presidentes do PPE inclui três comissários europeus – a belga Marianne Thyssen, o austríaco Johannes Hahn e o finlandês Jyrki Kataunen – e o vice-presidente do Parlamento Europeu e ex-comissário italiano, António Tajani.

O presidente do PPE é eleito no primeiro dia do congresso e o secretário-geral, os vice-presidentes e o tesoureiro vão a votos na quinta-feira.