«Pessoalmente, como cidadão, sou favorável à continuação da coligação porque acho que na situação de dificuldade e desafios muito grandes que o país ainda tem pela frente, todos aqueles que tiverem uma atitude positiva e uma vontade verdadeira de ajudar a resolver os problemas do país devem dar o seu contributo», afirmou Marques Guedes, em declarações à Lusa no final de almoço/debate promovido pelo International Club of Portugal e que decorreu num hotel de Lisboa.













Marques Guedes diz que PS é «partido a olhar para trás» e que «ziguezagueia»

 

«Portugal virou a página, mas mal estará quem prefira esquecer as lições daquilo por que passámos. Como é o caso do principal partido da oposição. Com as suas constantes propostas de um regresso ao passado, o PS é hoje um partido a olhar para trás e quem está a olhar para trás inevitavelmente ziguezagueia e não anda para a frente», afirmou Marques Guedes.






«O mal vinha detrás, das políticas erradas que levaram a gravíssimos desequilíbrios e colocaram o país numa situação de menoridade. Essa foi a causa do desastre e a austeridade a que fomos forçados a sua consequência», enfatizou.