O PCP vai apresentar a versão final do seu programa eleitoral para as legislativas deste ano a 7 de julho, revelou o líder parlamentar comunista, João Oliveira.

«Este conjunto de iniciativas insere-se num calendário que estamos a construir com o objetivo de apontar para o dia 26 de maio a apresentação das linhas essenciais do programa eleitoral e para 7 de julho a sua apresentação definitiva.»


O deputado do PCP sublinhou o «conjunto alargado de iniciativas, audições, debates para construir o programa eleitoral» que têm sido levadas a cabo de maneira «ampla, participada, aberta a todos os que queiram contribuir com as suas opiniões, visões sobre os problemas do país e suas soluções».

João Oliveira exemplificou com as «11 iniciativas já programadas e calendarizadas, convergentes com outras» sobre diversos temas como «questões laborais, problemas económicos, a agricultura, direitos das mulheres» ou «questões relacionadas com a juventude».

Para tal, o PCP vai continuar os «contactos com entidades, sindicatos, comissões de utentes, associações sócio profissionais, estruturas da área da cultura, da saúde».

Questionado sobre a proposta da plataforma LIVRE/Tempo de Avançar, no sentido de chegar a um acordo entre diversas forças políticas para reproduzir no parlamento uma maioria social contra as políticas de austeridade, João Oliveira preferiu «não dar resposta agora porque se está num quadro com outras questões em perspetiva», designadamente a própria construção do programa eleitoral comunista.