Acusações, insultos e provocações são substantivos que definem bem os artigos que Ana Gomes e Isabel Moreira têm escrito, uma contra a outra, nas redes sociais.

Esta guerra aberta começou quando Isabel Moreira acusou a eurodeputada de fazer «justicialismo barato e vingativo» e criticou o ódio pessoal de Ana Gomes, que pediu a reabertura do processo dos submarinos. No Facebook, Isabel Moreira provocou a eurodeputada.
 
 


Por seu lado, eurodeputada contra-atacou no Twitter, lamentando que a camarada a acuse de «tentar expor corruptos no caso dos submarinos» e insinuando que, enquanto assessora do ex-ministro Luís Amado, ajudou a travar o inquérito sobre os voos tortura da CIA.

 
Mais dura nas palavras, Isabel Moreira usou o blogue «Aspirina B» para dizer que «Ana Gomes, quando desmascarada, atira lama em redor». No mesmo artigo, a deputada conta que Ana Gomes levou «dois berros» de Luís Amado numa reunião porque a eurodeputada queria limitar a investigação dos voos da CIA à governação de Durão Barroso e Portas.
 


Ana Gomes não demorou a fazer mais um ataque e no blogue «Causa Nossa» o título do novo artigo diz tudo: «Isabel Moreira Mente». A eurodeputada nega que tenha tido uma reunião Com Luís Amado na presença de Isabel Moreira e nega que o ex-ministro lhe tenha dado dois berros.