O encontro entre Pedro Passos Coelho e o Presidente da República, agendado para quinta-feira, foi antecipado para esta quarta, confirmou a TVI.

Foi Passos Coelho quem pediu a antecipação da reunião, onde deverá comunicar a Cavaco Silva que o Executivo PSD/CDS não tem condições para continuar a Governar, depois da aprovação da moção de rejeição ao programa do Governo. 

A Presidência da República já confirmou a alteração, estando a reunião agendada para as 16:30.

Cerca de 45 minutos antes, Cavaco Silva recebe o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

"Nesta audiência o presidente da Assembleia da República comunicará pessoalmente ao Presidente da República a rejeição do programa do XX Governo Constitucional [PSD/CDS], dando assim cumprimento quer ao número 6 do artigo 217 do Regimento da Assembleia da República, quer ao disposto no artigo 195 da Constituição da República Portuguesa (a demissão do Governo)", lê-se numa nota enviada à Lusa.

O Partido Socialista, segundo mais votado nas eleições de 4 de outubro, concluiu acordos políticos com o Bloco de Esquerda (BE), o Partido Comunista Português (PCP) e o Partido Ecologista os Verdes (PEV) para a viabilização de um governo socialista. 

Pode acompanhar (ou recordar) todos os desenvolvimentos em relação à queda do Governo no  AO MINUTO do site da TVI24.