O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, exprimiu este domingo a sua consternação pela tragédia ocorrida na Índia, onde um incêndio causou esta madrugada mais de uma centena de mortes.

“Ao tomar conhecimento do trágico incêndio que provocou muitas dezenas de mortes no sul da Índia, exprimo as minhas mais sentidas condolências”, refere uma nota publicada no site da Presidência da República, assinada por Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado português destaca a “relação multissecular de amizade e cooperação” entre Portugal e a Índia, salientando que esta é baseada “no respeito mútuo e na admiração recíproca por uma História feita em conjunto, partilhada através do cruzamento e da diversidade de culturas”.

“Nesta hora de luto e de dor, manifesto o meu profundo pesar às autoridades indianas, exprimindo a solidariedade de todos os portugueses para com o povo da Índia e, em particular, do Estado de Kerala”, acrescenta.

Mais de uma centena de pessoas morreram hoje num incêndio de grande dimensão num templo no sul da Índia onde decorriam celebrações com fogo-de-artifício.

O incêndio deflagrou por volta das 03:30 locais, quando fiéis se reuniram para celebrar o festival Vishu, no templo Puttingal.