«A nossa proposta, que retoma uma que já fizemos no âmbito do Orçamento do Estado para 2015, mas que foi chumbada pela maioria PSD/CDS, reduz substancialmente os valores que são aplicados nestes processos, evitando-se a posterior abertura de processos de execução fiscal. O PS trouxe a maioria PSD/CDS para este debate e, certamente, haverá agora uma porta de saída que ajude milhares de cidadãos.»


«Mas o Governo, desde outubro, não fez um comentário, nem apresentou qualquer elemento. É lamentável que o Governo, perante um problema gravíssimo que afeta milhares de cidadãos, ainda não se tenha pronunciado.»