A coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP) foi este domingo a força política mais votada nos 24 concelhos do distrito de Viseu, conseguindo eleger seis deputados, e o PS manteve os três deputados que já tinha conseguido em 2011.

A coligação obteve 51,05% dos votos e conseguiu eleger seis deputados, os mesmos que PSD e CDS/PP elegeram em 2011 (5+1).

No entanto, o PSD obteve nas Legislativas de 2011 mais votos concorrendo sozinho (98.098 votos), do que em coligação com o CDS-PP neste último ato eleitoral (97.362 votos).

Em 2011, o CDS-PP contou 25.090 votos.

O PS foi a segunda força política do distrito, arrecadando 29,65% dos votos, um pouco mais do que os 26,69% de 2011, elegendo novamente três deputados.

O Bloco de Esquerda (BE) foi o que mais subiu no distrito de Viseu, conseguindo 6,72 dos votos, contra os 2,85 por cento de 2011.

Este crescimento do BE, que dobrou o número de votos em relação a 2011, ao passar de 5.786 para 12.816 votos, permitiu que passasse de quarta a terceira força política no distrito de Viseu.

Apesar de ter passado a quarta força política no distrito de Viseu, a CDU também conseguiu aumentar o número de votos, arrecadando 3,50% dos votos, contra os 2,87% de 2011.

Em todos os 24 concelhos do distrito de Viseu o PSD/CDS-PP venceu com larga vantagem, à exceção de Resende, onde o PS ficou muito próximo, arrecadando 41,62% dos votos, contra os 44,57% da coligação.

Também em todos os concelhos do distrito de Viseu o PS foi a segunda força política, seguindo-se o BE e a CDU.