«Quando deixou de ser deputado na Assembleia da República, em algum momento entre 1999 e 2004 informou a segurança social do facto de passar a ser exclusivamente trabalhador independente? Sendo que a legislação em vigor permitia ao contribuinte a escolha do escalão de rendimentos sobre o qual era aplicado o valor de contribuições a pagar, qual foi o escalão escolhido? A escolha foi da sua responsabilidade?».





«Confirma que pagou em fevereiro de 2015 apenas quatro mil euros?».



«Qual a última data em que obteve informação formal da segurança social do montante total em dívida (incluindo juros)?».





«Neste período exercia exclusivamente a atividade de trabalhador independente, ficando obrigatoriamente sujeito ao pagamento de contribuições à segurança social (...) Atendendo à informação que é conhecida, veiculada pelos órgãos de comunicação social, subsistem diversas dúvidas que importa clarificar».