Macedo não é arguido


«Não conheço o acórdão, nem a situação, mas estou disponível para esclarecer tudo o que a Justiça entender que deve ser esclarecido», afirmou.





Macedo demitiu-se por «responsabilidade política»


«Essa foi a responsabilidade política que resolvi assumir naquela matéria. Não tenho hoje razão para dizer nem mais nem menos. Fiz aquilo que entendi que devia fazer. Fiz a pensar no Governo, no primeiro-ministro, em mim e na democracia», afirmou o atual deputado, na primeira entrevista que após se ter demitido do Governo em novembro.



«Claro que não sabia daquilo se é isso que me está a perguntar», respondeu, não querendo, porém, esclarecer como lidou pessoalmente com a situação face à proximidade a algumas das pessoas detidas.


«Todos preferíamos que não acontecessem coisas daquelas. Não sei se houve ou se não houve [crime]. A Inspeção-geral da Administração Interna [que fez uma auditoria entretanto] não encontrou ilegalidades, mas desconformidades. Temos de aguardar o que for apurado», sublinhou.