A economia portuguesa deverá ter crescido 1,5% em termos homólogos e 0,5% em cadeia no segundo trimestre deste ano, de acordo com a média das previsões dos analistas contactados pela Lusa.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga na sexta-feira a estimativa rápida das contas nacionais relativas ao segundo trimestre deste ano.

Entre as previsões recolhidas pela Lusa, a mais pessimista é a do Montepio e a mais otimista a do Núcleo de Estudos sobre a Conjuntura da Economia Portuguesa (NECEP), da Universidade Católica.