A Repsol YPF anunciou lucros líquidos de 2.711 milhões de euros em 2008, menos 15 por cento que no ano anterior, numa queda que se deveu à descida brusca do preço do crude na última metade do ano.

Lucros da FCC recuam 54,3% em 2008

Endesa: resultados crescem 168%

Segundo informação remetida pela empresa à Comissão espanhola de Mercado de Valores (CNMV), os resultados condicionados pela situação económica foram positivamente afectados na primeira metade do ano pelo elevado preço do petróleo e pela força do euro face ao dólar, diz a Lusa.

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 4,8 por cento para 8.160 milhões de euros e o resultado das operações continuadas ascendeu a 5.083 milhões de euros, menos 12,5 por cento.

Lucros da Telefónica crescem 89%

A petrolífera hispano-argentina, com presença em Portugal, fechou o ano com uma liquidez de 6.800 milhões de euros, tendo reduzido a dívida em 159 milhões de euros.

Os investimentos levados a cabo no ano passado ascenderam a 5.586 milhões de euros, mais 4 por cento do que em 2007, em linha com os objectivos anuais estabelecidos no plano estratégico 2008-2012.

Neste sentido, o presidente da Repsol, Antonio Brufau, destacou em comunicado que a empresa cortou gastos «prescindíveis» para se dedicar plenamente aos seus investimentos estratégicos «que são os que garantem o êxito futuro da companhia».