A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque afirmou esta quarta-feira que «é cedo para ter a certeza absoluta» de que a economia europeia está num ponto de viragem como sugerem os dados mais recentes do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro.

As economias da zona euro e da União Europeia cresceram 0,3% no segundo trimestre de 2013, comparando com os três primeiros meses do ano, mas segundo o Eurostat, o PIB na zona euro caiu 0,5% face ao segundo trimestre de 2012, enquanto na União Europeia a queda foi de 0,2%.

«Perguntavam-me se as estimativas do PIB europeu confirmam o ponto de viragem na economia. Gostaria de dizer, mas é cedo para termos a certeza absoluta e dizermos que sim», afirmou Maria Luís Albuquerque na comissão parlamentar de acompanhamento das medidas do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF).

A ministra das Finanças referiu-se a alguns indicadores positivos, como a queda da taxa do desemprego, mas considerou que «não seria de estranhar que houvesse ainda oscilações nestes dados».

«Tenho a convicção de que é o início, de facto, de um ciclo de viragem e que as perspetivas para o futuro sejam melhores», disse ainda a governante.

Também Paulo Portas se referiu aos «sinais positivos ténues» de retoma da economia, alertando que devem ser encarados com prudência.