Constança Cunha e Sá considerou, esta terça-feira, no espaço “Sobe e Desce”, que José Sócrates deu “uma bofetada de luva branca no PS” ao ter afirmado publicamente o seu apoio a António Costa e ao partido.

“José Sócrates sobre porque o país nos últimos dias tem estado em suspenso das hipotéticas declarações de José Sócrates. (…) Esta declaração teve o condão de surpreender toda a gente, sendo uma declaração que pode parecer normal, mas a verdade é que não é, dado o clima que se tem criado nos últimos dias. Acho que é um golpe de mestre de José Sócrates porque no fundo isto é um bocadinho uma bofetada de luva branca no PS”.

A comentadora da TVI considerou, no entanto, que a declaração de Sócrates é “ao mesmo tempo intocável, porque ninguém o pode criticar”.

“A verdade é que ele fez o que António Costa não queria que ele fizesse. Ele entrou de facto na campanha”.


E o que desce?


Constança Cunha e Sá afirmou ainda que o que marcou pela negativa esta terça-feira foram as imagens dos confrontos entre os taxistas durante os protestos contra a Uber.

"As imagens da manifestação de hoje foram lamentáveis porque isso vai sedimentar ainda mais o preconceito que existe em relação aos taxistas".

A comentadora da TVI revelou não partilhar da análise de que "a Uber é espetacular e os taxistas uns energúmenos", mas deixou o alerta de que "nem tudo funciona bem nos taxistas".