O comentador da TVI, António Costa, considera que a apresentação da candidatura de Maria Belém às presidenciais do próximo ano condiciona o secretário-geral do PS a não anunciar um apoio convicto a Sampaio da Nóvoa até às eleições legislativas.

No jornal das 21:00 da TVI24, o comentador disse que António Costa, que até tentou desassociar Sampaio da Nóvoa da esquerda radical, agora não deverá apoiar o candidato, pelo menos até outubro.
 
“[O anúncio da candidatura de Maria de Belém vem] condicionar António Costa e evitar que decidisse e anunciasse o apoio do PS a Sampaio da Nóvoa. Percebeu-se que nas últimas semanas e nos últimos dias a preocupação de António Costa em puxar Samapio da Nóvoa para o centro [distanciando-o de um passado mais associado à esquerda do PS]. Maria de Belém conseguiu condicionar Costa a não anunciar nada até às legislativas”.
 
O comentador acrescenta que este adiamento pode fazer com que a candidatura de Sampaio da Nóvoa perca força, já que existe a possibilidade de o PS poder perder a eleições.

“[António Costa] pode não ganhar as eleições. No cenário [em que isso acontece] a sua capacidade de impor Sampaio da Nóvoa ao próprio PS fica muito limitada. Muita coisa pode acontecer. (…) Maria de Belém é uma das referências de hoje na atividade política ativa do PS, ao contrário de Sampaio da Nóvoa. Faz-me lembrar o que aconteceu em 2006 com as eleições presidenciais em que [Manuel] Alegre e [Mário] Soares se candidataram.”