“Rui Rio para se apresentar devia apresentar-se antes das legislativas. Se se deixarem passar as legislativas, o candidato do PSD é Marcelo Rebelo de Sousa, que já marcou esse espaço. Passando as legislativas, a candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa é inevitável.”


“Às vezes quando se tem dois bons candidatos corre-se o risco de ficar sem nenhum, que foi o que aconteceu ao PS, que tinha António Guterres e Jaime Gama, e, aparentemente, ficou sem nenhum. […] Espero que nesta hesitação e ponderação não cheguemos ao fim como o PS a ter de apoiar um candidato do tipo Sampaio da Nóvoa.”


“Não estou convencido dessa inevitabilidade. […] Eu continuo a pensar que o que falta neste leque de candidatos é uma representação do setor do centro-esquerda. A esquerda ganharia se tivesse um candidato que se posicionasse mais ao centro.”


“Se acontecer uma segunda volta a esquerda ganha as eleições. Resta saber se há ou não segunda volta. Na iminência de uma luta decisiva a tendência será para concentrar os votos.”