Marcelo Rebelo de Sousa considera que a decisão da Direção-Geral dos Serviços Prisionais de não permitir ao «Expresso» que entrevista José Sócrates na cadeia de Évora é errada.
 

«O Expresso faz bem em recorrer, porque esta decisão, juridicamente, é discutível. E politicamente acho um erro. É o efeito de o fazer mártir. Os portugueses gostariam de ouvir as respostas a essas perguntas. Isto conduz à vitimização de Sócrates».

 
No Jornal das 8, o comentador também abordou a entrevista a João Araújo na TVI.
 

«Aquele advogado é mais malicioso e sofisticado do que parece… Tem ar de distraído e desinteressado e um sentido de humor discutível, mas deu ar de Zé Povinho, não para tentar conquistar as elites mas a opinião popular».

 
Marcelo também abordou a passagem para prisão preventiva do motorista João Perna e ainda a visita de Pinto da Costa à prisão de Évora, que considera que até foi «favorável a Sócrates»