“Ser um governo de abertura, porventura com independentes abertos ao centro e ao centro esquerda, para dialogar com o PS"

Para liderança da Assembleia da República, o comentador da TVI também considera que Ferro Rodrigues poderá ser um nome em cima da mesa.

Em relação ao Partido Socialista e, após saber-se que António Costa vai avançar para um congresso, Marcelo rebelo de Sousa pensa que será "uma vitória relativamente fácil de António Costa", apesar dos resultados das eleições legislativas.

Já em relação às eleições Presidenciais de 2016, e admitindo que já tomou uma decisão que se escusou a revelar, Marcelo Rebelo de Sousa defende “liberdade de voto”, tanto na coligação como no Partido Socialista, em nome da “diversidade de pontos de vista”.