“Ser um governo de abertura, porventura com independentes abertos ao centro e ao centro esquerda, para dialogar com o PS"






tomou uma decisão