Manuela Ferreira Leite considera que os tempos de espera nas urgências dos hospitais públicos são uma consequência da «enorme saída de médicos» do SNS.
 
A comentadora da TVI24 notou que o ministro da Saúde quer contratar mais médicos, mas que o processo demora demasiado tempo. No entanto, por outro lado, «quase um dia para o outro», foram contratados mil funcionários para os impostos.
 

«A ministra das Finanças está a viver numa ilha das Finanças. Ali resolvem-se todos os problemas e os que estão à volta logo se vê como é que se resolvem».

 

«Não faz sentido que para contratar 200 médicos haja um processo tão complexo e tão longo e que para outros setores aquilo seja automático. Temos que definir prioridades e neste caso é a Saúde».