Manuela Ferreira Leite considera que a retenção na fonte do IRS é um problema. Esta quinta-feira na 21.ª Hora da TVI24, a comentadora criticou as retenções excessivas que depois levam o Estado a efetuar grandes devoluções aos contribuintes.

A retenção na fonte é essencial porque a tesouraria do Estado tem de receber todos os meses. (...) Mas se há umas devoluções tao pesadas quanto estas significa que as retenções foram excessivas."

A antiga ministra das Finanças lembrou que as tabelas de retenção na fonte foram agravadas com a troika e que esse processo ainda não foi revertido. 

"Na altura da troika houve um agravamento das tabelas de retenção e pelos vistos ainda não foram alteradas no sentido contrário."

No seu espaço de comentário semanal na TVI24, Ferreira Leite começou por falar dos incêndios que têm devastado o país. A comentadora destacou que este devia ser um momento de unidade nacional e que ninguém ganha com as lutas políticas nesta área. 

"É um momento que devia ser de unidade nacional sem qualquer espécie de dúvida e que acaba por ser fonte de várias polémicas e formas de falar. Ainda hoje se viu a agressividade entre a ministra e os deputados a discutir um assunto que não deve ser discutido nesses termos. (...) Julgo que ninguém ganha com as lutas politicas nesta área."