Henrique Medina Carreira mostrou-se, esta segunda-feira, surpreendido com a ideia de que Portugal é um país autossuficiente do ponto de vista alimentar. Na TVI24, o comentador reagia à afirmação do antigo ministro da Agricultura, Armando Sevinate Pinto, sobre a ideia que foi incutida no povo português, durante muito anos, de que o país era excecionalmente dependente em termos de suficiência alimentar.


No programa «Olhos nos Olhos», Sevinate Pinto não só desmontou aquela ideia, como realçou que Portugal, em valor, tem neste momento cerca de 80% de autossuficiência contra «os 30% que as pessoas meteram na cabeça».

«Para mim, é uma agradável surpresa. Eu pensava que a gente importava muitíssimo: mais de metade daquilo que comíamos», reagiu Medina Carreira.

O comentador da TVI24 ouviu com agrado que, nos seis meses até agosto, Portugal reduziu o défice alimentar. «Que era na ordem dos 3 mil milhões de euros, reduzimos já 350 milhões de euros», esclareceu Sevinate Pinto. «Portanto, se assim for, continua a manter-se uma tendência exportadora muito interessante, o que revela também que há uma parte da nossa agricultura que se fortaleceu, que se dinamizou, que se modernizou e que se tornou muito mais competitiva», assegurou o antigo ministro.