vitória a Passos Coelho

“É evidente que o grande derrotado destas eleições é o PS, não há volta a dar. Porque se a coligação desce, e desce em relação à base de apoio que tinha em 2011, a verdade é que o PS não consegue capitalizar isso”, afirmou.


“E portanto estou de acordo que, qualquer que seja o resultado e sabendo já que não vai haver uma maioria absoluta, é muito natural que no final deste ano, se calhar, tenhamos novas eleições”, antecipou.