Constança Cunha e Sá considera que o primeiro-ministro «ou teve um ataque de amnésia ou revelou uma enorme irresponsabilidade» ao não responder a três perguntas no debate quinzenal no Parlamento.

Segundo a comentadora, Passos Coelho não revelou quanto é que o Estado não arrecadou com o perdão fiscal, não respondeu à pergunta sobre os benefícios fiscais às grandes empresas de mil milhões de euros e ainda não explicou o caso dos trabalhadores com cancro por causa de um edifício da Direção Geral de Energia e Geologia com amianto.