No seu comentário na TVI24, Cunha e Sá reforçou que não queria «afirmar que a gestão privada é melhor que a pública». 

«Basta o caso PT para perceber que o mito da gestão privada é muito melhor que a pública… não é. Nem sei se são comparáveis estes dois tipos de gestão», acrescentou.

A comentadora da TVI24 continua e diz que «a TAP está numa situação delicada e complicada». 

«Há uma discussão entre a oposição e o governo, se o governo podia recapitalizar a TAP e o governo diz que não. Nomeadamente, por causa de Bruxelas, a oposição diz que sim e há pouco tempo ouvimos uma comissaria a dizer que não tinha sido pedido nada nesse sentido. Mas o problema é outro. É se há capacidade financeira para o Estado investir aquilo que é preciso investir na TAP», acrescentou. 

Constança Cunha e Sá considerou ainda que «um ano de eleições legislativas» não foi o «mais indicado» para avançar para a privatização da TAP.