Constança Cunha e Sá comentou os números da execução orçamental, criticando o Governo por ter feito a consolidação orçamental apenas do lado das receitas e não das despesas.

«A consolidação orçamental, ao contrário do que sempre defendeu o Governo, é feita 97% do lado das receitas.  Isto diz tudo sobre as famosas gorduras do Estado que o PSD tanto falava. Aparentemente, não há gorduras nenhumas, só há osso», disse, na TVI24.

«Se o défice derrapar, ainda vamos ter mais impostos, porque a verdade é que este Governo nunca cortou na despesa», continuou.