O comentador da TVI, Paulo Ferreira, disse esta terça-feira que os municípios, de uma forma genérica, estão de parabéns. Paulo Ferreira referia-se a um estudo divulgado pela Ordem dos Contabilistas Certificados, de acordo com o qual, em 2014, a dívida global dos municípios foi cortada e está a descer há oito anos. "Há oito anos que a dívida global dos municípios não era tão baixa", elogiou o comentador.
 
Na rubrica “Sobe e Desce” da 21ª Hora, na TVI24, Paulo Ferreira colocou o ex-administrador financeiro do BES, Amílcar Morais Pires a “descer” por ter sido constituído arguido no caso, um facto que só foi tornado público na sequência de um arresto de bens nos processos do universo Espírito Santo.
 
 

A subir: os municípios

“Ouve aqui um corte de quase 50 milhões de euros (…) Isto significa que numa altura de crise, com as dificuldades todas que nós tivemos nas contas do Estado de uma forma global, o aumento da dívida pública, há aqui um setor do Estado que tem feito bem o seu trabalho de casa, que tem reduzido dívida.”
 

A descer: Amílcar Morais Pires

“Dos implicados no caso BES, ele era o administrador, braço direito de Ricardo Salgado com o pelouro financeiro do banco. (…) Sabíamos que havia seis arguidos neste caso já, e agora soubemos por causa de um recurso, de um arresto de bens, que Morais Pires é o 7º arguido neste caso. Eu diria que era estranho que, num caso destes, que é puramente financeiro, que o responsável pelas finanças do banco não fosse também arguido. Não o sabíamos publicamente, sabemo-lo agora. “