Augusto Santos Silva acusa o Presidente da República de ser o “advogado de defesa” do atual Governo, por ter aprovado a recondução de Carlos Costa, antes da proposta do Executivo de ser votada na Assembleia da República.
 
No programa “Política Mesmo”, o comentador da TVI24 diz que considera Carlos Costa competente para o cargo, mas a atuação de Cavaco Silva deixou a desejar.
 

“O secretário-geral do PS foi informado na manhã de quinta-feira passada que o Conselho de Ministros ia aprovar essa proposta de nomeação, mas já sabemos que houve consenso com o Presidente da República. O PR é, aliás, o advogado de defesa do Governo sempre que [o Executivo] precisa”.

 
Santos Silva vai mais longe e diz que o Presidente da República desrespeitou o parlamento.

“Quando o PR dá por adquirido que o Governo nomeia o próximo Governador do Banco de Portugal antes mesmo que o parlamento seja ouvido, o Presidente da República está a desrespeitar o parlamento", acrescentou. 
 

Veja também: será "inaceitável" se maioria não divulgar agora medida para as pensões