Augusto Santos Silva defende que não é possível qualquer entendimento entre o Governo e a atual liderança do PS.
 
No programa «Política Mesmo», na TVI24, o comentador disse que, no congresso do PS, António Costa fechou a porta a quaisquer acordos com a direita. Para Santos Silva, Costa quer quebrar o «tabu» de que não se podem fazer alianças com a esquerda.
 
«[António Costa adotou] uma estratégia de abertura. O Partido Socialista quer ser a força política capaz de, não só acolher os setores centristas e da direita da sociedade portuguesa, que hoje estão órfãos, mas, ao mesmo tempo, abrir à esquerda e dizer: “eu, António Costa, quero provocar aqui um salto coletivo com o regime partidário português, e quero acabar com o tabu segundo o qual o PS ou governa sozinho, ou governa aliado à direita”. [Porque] é tabu, é interdito tentar encontrar alguma solução de Governo à esquerda».