Naughty Boy divulgou, esta terça-feira, uma suposta nova música de Zayn Malik a solo. Contudo, uma fonte próxima do cantor garantiu ao «MailOnline» que a demo «I Won’t Mind» é na verdade uma música antiga que foi gravada, mas acabou por não fazer parte do último álbum «Four», dos One Direction. Zayn Malik abandonou a banda, One Direction, há exatamente uma semana.

«É importante que os fãs saibam que esta não uma música a solo de Zayn ou mesmo algo representativo do material que pode gravar no futuro. Se ouvir a música percebe que é claramente uma canção escrita com os One Direction para o último álbum. Não é novo, nem é uma demo a solo de Zyan Malik», explica fonte próxima do cantor.

O representante de Naughty Boy confirmou a história e explica que Naughty Boy e o Zayn escreveram a música o ano passado e a mesma foi gravada «como uma faixa para o álbum dos 1D». «Eles não estão a trabalhar numa música a solo ou em qualquer coisa, não há planos para nada. Eles são muito bons amigos e Zayn está a tirar algum tempo para visitar Naughty Boy no estúdio e para saírem», acrescentou.

Quando questionado se as hashtags Naughty Boy adicionadas à partilha no SoundCloud «#2016 #zaughty #zindabad» significava que estavam a lançar uma nova música para o próximo ano, o representante disse que se estavam apenas a divertir e que nada estava previsto.

Segundo uma fonte que não quis se identificar, o produtor divulgou a faixa no SoundCloud como resposta a uma guerra no Twitter com Louis Tomlinson, membro do grupo One Direction.

Após Naughty Boy ter partilhado a ligação para um vídeo em que se podia ler «Naughty Boy salvou a minha vida…Zayn vai subir», Louis respondeu-lhe no Twitter com a mensagem: «Wow @NaughtyBoyMusic é um amigo interesseiro, sinceramente quantos ****** anos tens? Cresce! #masterofallwisdom». Naughty Boy apercebeu-se da irritação de Louis e pediu a Louis Tomlinson que se acalmasse.

«@Louis_Tomlinson acalma-te. Estou a falar do Louis Walsh ele não deixou ninguém através do X Factor. Vê a data da publicação. #2014».

E ainda acrescentou: «Quando o ódio fica por alguma coisa que não fizeste, um pouco de amor pode percorrer um longo caminho, é por isso que eu voltei a publicar, o tempo mostrará a verdadeira história, rapazes».
O diálogo continuou aceso entre o cantor e o produtor, com Louis a desistir da conversa com um «como queiras».
Naughty Boy, de 30 anos, é um dos maiores produtores do Reino Unido e já trabalhou com artistas como Emeli Sandé e Sam Smith. Depois da indignação dos fãs, o produtor removeu a demo por completo e explicou: «Ninguém é contra ninguém aqui. Os fãs fizeram-nos a todos. Não escolheram alguns de nós. O amor está vivo. O ódio não pertence aqui».