Após uma ausência de 14 anos, a Toyota vai fazer regressar à Europa Ocidental, para manter a presença da marca no segmento das berlinas.

Disponível como um elétrico híbrido de carga automática, o novo Camry vai assim ampliar a linha europeia de veículos elétricos híbridos da Toyota para oito modelos.

O Camry vai contar com a mesma solução híbrida que é comercializada no Japão, um motor de quatro cilindros em linha com 2.5 l a gasolina (ciclo Atkinson), com 178 cv e 221 Nm, e um motor elétrico de 120 cv e 202 Nm; com os dois motores a debitarem um total de 211 cv, o que permite mais potência e capacidade de resposta, apoiado numa caixa de velocidades CVT.

Com vendas anuais de mais de 700.000 unidades, o Camry é a berlina mais vendida do segmento no mundo. Esta última geração do Camry utiliza a mesma plataforma que serve de base aos modelos Prius, CH-R ou ao RAV4, a TNGA.

Disponível apenas como berlina de quatro portas, o Camry vai chegar à Europa no primeiro trimestre de 2019 para atacar o segmento dos familiares médios.