Se a sua candidatura para comprar o Ford GT foi rejeitada da primeira vez que o carro foi colocado à venda em 2016, a Ford tem agora algumas novidades para si. 

A marca vai abrir novo processo de candidatura à compra do superdesportivo no final de 2018. O processo de candidatura será idêntico ao realizado anteriormente e ao qual se candidataram sete mil interessados na compra do Ford GT.

Recorde-se que a Ford apenas comercializou 500 unidades deste seu superdeportivo que tem um custo aproximado de 385 mil euros.

Os detalhes sobre o segundo processo de candidatura à compra do Ford GT vão surgir no outono. Contudo a Ford já fez saber que vai analisar com algum cuidado o perfil dos candidatos à compra do seu GT, para que não tenha de mover novos processos em tribunal por quebras de contratos associados à aquisição do superdesportivo.

O caso mais mediático de quebra de contrato registou-se com o conhecido wrestler John Cena, que vendeu o carro poucas semanas depois do comprar, violando assim a cláusula do contrato que impede a revenda. O caso foi resolvido quando Cena decidiu pagar uma quantia não revelada por danos à Ford.