A Audi e a Ericsson anunciaram agora estão uma parceria para explorar o potencial da rede 5G como uma tecnologia de comunicação pronta para o futuro, capaz de atender as elevadas exigências da produção automóvel.

As duas empresas assinaram um memorando de entendimento e, nos próximos meses, especialistas de ambas as empresas vão realizar ensaios que vão ter lugar no centro técnico do “Audi Production Lab” em Gaimersheim, Alemanha.

Frank Loydl, diretor de informação da AUDI AG, destacou que esta parceria vai permitir: "que a fábrica totalmente conectada terá um impacto significativo na produção do futuro. Uma poderosa arquitetura de rede, que pode responder em tempo real, é de importância decisiva para a nossa empresa. Estamos a testar as oportunidades que nos são oferecidas pela tecnologia 5G para aplicações industriais na fábrica inteligente ". Além da fábrica de Ingolstadt, a Audi e a Ericsson estão explorar a possibilidade desta tecnologia 5G pode ser usada em outras fábricas da Audi.

Esta parceria da Ericsson com a Audi não é a primeira da empresa tecnológica com a industria, já que nos últimos tempos “a empresa tem vindo a desenvolver projectos em todo o mundo para ajudar os fabricantes a aumentar a produtividade e criar novas oportunidades de negocio”, afirmou Erik Ekudden, CTO do Grupo Ericsson.

O 5G é a próxima geração de comunicações móveis, que ampliará o desempenho das redes móveis atuais para atender às necessidades futuras dos consumidores e indústrias. As redes 5G vão proporcionar uma experiência de banda larga melhor e mais rápida para os consumidores, enquanto que para as empresas a 5G será um facilitador para abrir novas aplicações para tudo, desde os veículos conectados até as fábricas inteligentes.

Na primeira fase deste projeto, a Audi e a Ericsson vão testar um aplicativo de latência- crítica usando robôs de produção com ligação sem fios e equipados com um aplicativo de colagem - uma técnica utilizada na na construção de carroçarias.