Em junho de 2018, o mercado de veículos novos de duas rodas, triciclos e quadriciclos em Portugal cresceu de forma moderada,tendo sido matriculadas 3.611 unidades, o que se traduziu num crescimento de 5,6 por cento face ao mês homólogo de 2017.

Segundo os dados revelados ACAP, registou-se um bom desempenho no sector dos motociclos com mais de 125 cm3 de cilindrada (+21,9%) e dos minicarros (+32,7%), mas verificou-se uma queda nas matrículas de ciclomotores (-13,7%), de ATV´s (-43,9%) e triciclos (-92,3%).

Em termos acumulados, no primeiro semestre de 2018, foram matriculados 14.545, o que correspondeu a um crescimento homólogo do número de unidades matriculadas de 8,9 por cento.

Numa análise individualizada pelos principais tipos de veículos, no período referido, observou-se que o mercado de ciclomotores novos matriculados pelos representantes oficiais das marcas totalizou 290 unidades em junho de 2018, tendo apresentado uma evolução negativa de 13,7 por cento face ao mês homólogo de 2017.

Em termos acumulados, de janeiro a junho de 2018, foram matriculados 1.230 ciclomotores, o que se traduziu num crescimento de 2,6 por cento relativamente a igual período do ano anterior.

Em Junho de 2018 foram matriculados 3.228 motociclos, o que representou uma subida de 8,5 por cento face a igual mês de 2017.

Já numa analise das vendas de janeiro a junho deste ano, o número de unidades matriculadas cresceu 11,2 por cento face ao período homólogo do ano anterior, tendo sido colocados em circulação 12.761 novos motociclos.

Entre os motociclos de cilindrada até 125 cm3 registaram, em junho de 2018, um total de 1.925 unidades matriculadas, o que representou um ligeiro acréscimo de 0,9 por cento face ao mês homólogo de 2017.

Quanto ao número acumulado de motociclos até 125 cm3 matriculados no primeiro semestre de 2018, este situou-se em 6.640 unidades, o que representou um aumento de 5,0 por cento face a igual período do ano anterior.

Já os motociclos de cilindrada superior a 125 cm3 colocados em circulação pela primeira vez durante o mês de junho de 2018, totalizaram 1.303 unidades, o que representou um acréscimo de 21,96 por cento face ao período homólogo de 2017.

Em termos acumulados, de janeiro a junho de 2018, as matrículas deste tipo de veículos totalizaram 6.121 unidades, o que se traduziu num aumento de 18,7 por cento em relação ao período homólogo de 2017.

Finalmente o mercado de quadriciclos situou-se nas 92 unidades matriculadas no mês de junho de 2018, o que representou uma queda de 1,1 por cento face a igual mês de 2017.

Nos primeiros seis meses de 2018 as matrículas de quadriciclos registaram um decréscimo de 17,7 por cento em relação ao período homólogo de 2017, tendo sido matriculados 521 quadriciclos.