A artista pop Madonna criticou o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusando o governo de Caracas de «fascismo» pela forma como tem enfrentado as manifestações em todo o país.

Num "post" ao lado de uma foto de Maduro na rede social Instagram, Madonna acusa o líder venezuelano de violações aos Direitos Humanos, ao mesmo tempo que condena também as autoridades russas e ucranianas.

Para a artista, Nicolás Maduro «não está familiarizado com a expressão Direitos Humanos», opinião que tem também relativamente à Rússia e que na Ucrânia não é muito diferente, disse.