Pouco depois das dez horas da noite, Tiago Bettencourt deu mais um concerto no âmbito da «Ok Tour», divulgada pelo Myspace e patrocinada pela OK! Teleseguros.

Desta vez, a plateia que o recebeu foi a do Centro de Artes e Espectáculos de Guimarães. Cheia, teve direito a um concerto mais intimista, com um ambiente calmo enquanto se viajava pelos temas.

«Em Fuga», o seu mais recente trabalho, juntou-se a temas mais antigos. Alguns tiveram direito a roupagens novas que se destacaram do resto, pois o cantor fez questão de surpreender.

De facto alguns temas apresentaram-se de uma forma mais minimal como é o caso de «Laços». O tema, original da sua ex-banda Toranja, foi sustentando pelo baixo e surgiu já no encore.

Foi no regresso ao palco que Tiago brincou com o seu baterista João, dizendo: «João, pede desculpa aos senhores por teres demorado tanto tempo».

Antes, já o músico tinha dito que quando desaparecessem do palco, no final da actuação, poderiam sempre surgir novamente O que de facto aconteceu.

Foi sempre com este tipo de humor que percorreu a lista de canções. Veja-se o conhecido single «A Carta», momento em que teve de se despedir antes do encore.

Ao dizer que o concerto estava a acabar, Tiago Bettencourt recebeu «buuus» e «óós» dos fãs. Imediatamente soltou: «óó» é querido mas «búú» é agressivo». Riram-se as pessoas e a música juntou-se a elas. Depois foi o cântico geral que a preencheu.

Fotos:



Minutos antes, Tiago já tinha passado por outros caminhos. Entre os quais versões de Ornatos Violeta («Chaga»), e histórias populares como a que antecedeu o tema «Lobo»:

«Esta conta a história de um jogo», disse, explicando seguidamente que este consistia-se num lobo que comia pessoas. Logo depois, deixou a pergunta no ar: a «Quem é o lobo?».

Passou-se então para uma versão bossa nova de «O Sinal». E na onda de ritmos marcados, seguiu-se «Canção Simples», desta vez liderada por regras: «palmas só ao 3º refrão», mandou o cantor.

Para trás ficaram o mais recente single de «Em Fuga» , o tema «Tens que Largar a Mão». Neste aproveitou para agradecer à equipa que fez o videoclip e para dizer às pessoas que o vissem no «Youtube».

«Chocámos tu e Eu» e «Só Mais Uma Volta» também não faltaram à chamada. Tal como «Largar o Que Há em Vão», registo de onde é proveniente o título do novo disco.

No palco, foi este o plano apresentado pelo cantor de voz rouca e atitude simples. Mas este não esteve sozinho.

Os Mantha, consistidos por uma bateria e um baixo, acompanharam todos os passos embora a sua ausência musical se tivesse dado quando o músico protagonizou as baladas sozinho ao piano.

Noutros casos, a banda obteve ainda a ajuda de uma secção de sopros com três elementos. «Espaço Impossível» foi uma das músicas em que mais se notou a sua colaboração.


Tiago Bettencourt em Guimarães

MyPortugal | Myspace Video