Keith Richards assegurou que "muito, muito em breve" os Rolling Stones vão gravar "novo material", precisando que não será um volume II de "Blue & Lonesome", o último álbum da banda, com versões de velhos blues, editado no final do ano passado.

O guitarrista dos Rolling Stones fez o anúncio numa resposta sua incluída na rubrica que mantém no seu site, chamada "Ask Keith Richards". Aí lhe foi perguntado se "após o sucesso de Blue & Lonesome, estava inspirado para voltar a estúdio com os Stones e gravar novo material".

Sim, sim. Estamos e de facto, muito, muito em breve vamos gravar novo material e teremos de pensar onde isso nos leva depois", respondeu Keith Richards, hoje com 73 anos.

Fundador dos The Rolling Stones em 1962, Richards manteve-se desde sempre na banda com o vocalista Mick Jagger, da mesma idade, e o baterista Charlie Watts, de 76 anos. Após a saída do baixista Bill Wyman, em 1993, continua também no grupo, o guitarrista Ron Wood, de apenas 70 anos, que ingressou em 1975.

"Não esperávamos a resposta que teve"

Na resposta à pergunta de um seguidor dos Stones, Keith Richards abordou também o sucesso de "Blue & Lonesome", o álbum lançado em dezembro de 2016, que foi o primeiro trabalho de estúdio da banda numa década.

Achávamos que era algo que tínhamos que fazer, mas não esperávamos a resposta que teve", confidenciou o guitarrista.

O sucesso do disco com versões de velhos blues leva os Stones a pensar "num inevitável volume 2".

Não acredito que nos vamos meter nisso imediatamente, ainda que não seria necessário que nos torcessem o braço para o fazer. Foi muito divertido de gravar e há muito mais que tirar de onde tudo aquilo veio", acrescentou Keith Richards.